(Ca)Fé…

“Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim” Perceber a pureza do puro pó de café calar as coisas, colar os cacos, cansar o cansaço sem esquecer aqueles cigarros as cinzas que eu sou as suas cicatrizes e o resto do belo que alguém já tocou. Entrega Entrego Derramo e devoro. O encontro embaçado […]

Casa Vazia

O que eu vejo é casa vazia casco de caracol. Há quanto tempo você partiu e não me avisou? Eu tentando sozinha. Eu e seu holograma. A atração se desfez, estou fora da sua órbita. E agora? Tem seu próprio sistema. Pra mim, qualquer coisa que sobra. Recolho meus cacos, minhas coisas, abraços, roupas e […]