2014 – A Virada – Adeus, Ano Novo!

Os anos agora passam sem que seja possível notar a diferença entre os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. A sensação é de um continuum em que a única coisa que se altera, além do último algarismo que escrevemos nas datas, é a quantidade de fracassos que acumulamos. Início de ano, portanto, é […]

Volver

Às vezes te decifro facilmente e a poesia da paixão simplesmente dói um pouco mais enquanto preenche todo o meu ser. Perco o ar, porque estou repleta. Volto involuntariamente à vida, e percebo que isso (voltar) é quase morrer, quando o que me move já não se encontra dentro de mim.

O Retorno da Palavra

Tenho uma paixão secreta pelas palavras cravadas no papel. Exala delas o cheiro do seu esmalte vermelho vivo, sua rubra cor ao escrever desejos mais que proibidos, desejos meus. Havia muito tempo eu não te via assim tão sóbria, sem aquela aura louca que me convertia em seu brinquedo secreto. Desde a última vez em […]