Drummond, subtexto e Sartre – Interpretação I – 07/04/2015 – DB04A06

Drummond A proposta do dia foi diferente do que já havíamos feito até então. Deveríamos ter decorado um poema de Carlos Drummond de Andrade à nossa escolha. Acabei tendo que escolher o meu durante a própria aula, pois embora o professor tenha nos avisado da tarefa por email não consegui tempo suficiente para fazer isto […]

Volver

Às vezes te decifro facilmente e a poesia da paixão simplesmente dói um pouco mais enquanto preenche todo o meu ser. Perco o ar, porque estou repleta. Volto involuntariamente à vida, e percebo que isso (voltar) é quase morrer, quando o que me move já não se encontra dentro de mim.