Mofo

Afasto as roupas, arrasto os versos e, aos poucos, vejo: entre as cartas mofadas, uma relíquia: um outro alguém que era mais eu.

Vertigens

De uma só vez. Por uma só voz meu coração batia em ritmo de tango. A qualquer instante ele poderia parar, desistir de sufocar o pranto e irromper num choro de lágrimas de sangue, compulsivo. Daí a pouco, uma valsa para um suicídio. Não mais meu canto, não mais meu riso. Daí a pouco nada […]